Ministério da Educação perspectiva melhorias no actual ensino primário

Pinda Simão, Ministro da Educação (Foto: António Escrivão)

O Ministro da Educação, Pinda Simão, afirmou hoje, quinta-feira, em Luanda, pretender que os profissionais do sector juntos encontrem soluções para um ensino primário mais eficaz, eficiente e que constitua um instrumento de desenvolvimento para a construção e bem estar de todos angolanos.

O ministro que falava por ocasião da abertura do Workshop sobre os desafios do ensino primário sngolano, referiu que o actual sistema de Ensino Primário, que já sofreu duas reformas após o regime colonial, passando de quatro classes para seis, tem sido objecto de discussão e questionamento no que toca a sua qualidade, por este motivo o Institudo Nacional de Investigação e Desenvolvimento da Educação (INIDE), reuniu especialistas para encontrarem soluções.

Pinda Simão espera que com esta actividade os debates sejam científicos e encontrem respostas para os eventuais problemas que forem apontados.

“O ensino primário é o alicerce que sustenta o edifício que é o sistema educativo que interage nas diferentes partes”, disse, acrescentando que assim sendo deve ser estudado com a interacção com todo sistema educativo e não só o primário.

Para si, se tiverem em conta que a qualidade de ensino reside no currículo que constitui a “espinha dorsal” de qualquer sistema, na formação de professores e no modelo escolar, é pertinente reflectir-se sobre estas questões pois a qualidade desse sistema é condição primordial para a garantia da qualidade dos níveis subsequentes.

Assim, considerou que para o alcance deste objectivo a educação escolar procura desenvolver com zelo a escolarização que se realiza com os vários estágios do sujeito, procurando conferir-lhes competências a altura dos desafios do seu tempo.

De acordo com a lei de bases do sistema de educação 13/01, a estrutura vertical do actual sistema de educação tem como suporte o ensino primário unificado que passou de quatro classes para seis com a reforma e, consequentemente mono docência, precedido da educação escolar.

A actividade, que decorrerá durante o dia todo, enquadra-se no plano de actividades cientificas do INIDE e visa a troca de experiências para a melhoria da qualidade de ensino.

A educação é um factor relevante para a preparação dos indivíduos a vida activa e consequentemente para o desenvolvimento sustentável do país. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA