Malanje impede celebrações da UNITA, diz dirigente local

Secretário provincial da UNITA Mardanês Calunga (VOA)

O secretário provincial da UNITA em Malanje, Mardanês Agostinho Calunga, acusou hoje o governo de Malanje de criar vários obstáculos para impedir a realização Sábado do acto central nacional das comemorações de mais um aniversário do partido.

Dado ao rigor na organização do evento presume-se que o líder da UNITA, Isaías Samakuva deverá presidir ao acto.

A UNITA diz que autorização do Governo de Malanje no dia 28 do mês de Julho para a cedência do espaço adjacente ao campo de futebol 1º de Maio, para realizar o acto político nacional das comemorações da fundação da UNITA, apenas ontem as autoridades governamentais reponderam não haver qualquer local disponível na cidade.

Calunga descreveu a decisão como um acto de intolerância política, mas garantiu que o comício será realizado em qualquer local da cidade de Malanje e terminará com uma marcha de repúdio á decisão do executivo local. (VOA)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA