João Lourenço recusa comentar possível sucessão de Eduardo dos Santos

(EPA)

O novo vice-presidente do MPLA não comenta as sugestões que o apontam como potencial candidato à substituição de José Eduardo dos Santos se este cumprir a promessa de se retirar da vida política em 2018.

O general João Lourenço disse ser muito cedo para falar sobre o assunto mas assegurou à imprensa que o seu partido está em constantes mudanças.

“O partido tem vindo a modernizar-se praticamente desde que passamos para o sistema multipardário e as mudanças vêm se verificando de congresso em congresso”, disse.

O Presidente dos Santos indicou anteriormente que se quer retirar da política em 2018 mas foi reeleito presidente do partido no congresso realizado na semana passada.

As eleições gerais em Angola estão previstas para o próximo ano

João Lourenço apontou as eleições gerais como o “grande novo desafio” a enfrentar nos próximos tempos afirmando que não existe actualmente luta maior que a sua preparação .

Tido como uma figura que goza de boa aceitação no seio do partido governante e no meio castrense, João Lourenço é general na reforma tendo exercido vários cargos militares e outros civis tais como governador do Moxico e de Benguela.

É ainda apontado como sendo dos poucos dirigentes do MPLA menos ligado aos escândalos de corrupção e de enriquecimento desmedido e levando uma vida bastante discreta . (VOA)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA