Igreja Tocoista vai erguer Hospital Escola

Afonso Nunes - Bispo da Igreja Tocoista (Foto: Alberto Julião)

Uma clínica com capacidade de 300 camas e que servirá como Hospital Escola vai ser erguido brevemente em Luanda pela Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo (Tocoista), informou hoje, domingo, o líder espiritual dessa congregação religiosa, bispo Afonso Nunes.

O líder religioso fez este anuncio à imprensa no culto de acção de graças por ocasião do 67º aniversário da realização do matrimónio do profeta Simão Gonçalves Toco e Maria Rosa Toco que se assinala a 22 de Agosto, e do 4º aniversário da inauguração da catedral tocoista celebrado a 17 do mesmo mês.

Afonso Nunes referiu que esta clínica terá tecnologia alemã e contará com especialistas oriundos desse país europeu, assim como os seus quadros beneficiarão de formação fruto do intercâmbio que se vai registar entre a direcção da congregação e instituições da República da Alemanha.

“ Queremos ter aqui em Lunada um hospital com tecnologia de ponta onde os cidadãos que ocorram aos seus préstimos recebam serviços de qualidade e para isso necessitamos de ter quadros bem formados, essa a razão que nos levou a contactar as instituições alemãs para o efeito”, referiu

Na ocasião considerou o mês de Agosto como o mês de muitas bênçãos para a igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo, por neste período se assinalar factos como o casamento do profeta Simão Toco, o regresso de 11 anos de exílio do profeta Simão Toco, a inauguração do maior templo erguido na África ao sul do Sahara e o aniversário natalício do Presidente da República de Angola, José Eduardo dos Santos.

Afonso Nunes apelou a todas as famílias a praticarem o amor verdadeiro no seio das famílias, consolidando a paz, a unidade e a harmonia de forma a que se tenha uma juventude sã temente a Deus .

“ A violência doméstica, o divórcio e uso de drogas e a prostituição em nada ajudam na harmonia da sociedade porque um lar onde não haja paz não pode educar bem os seus filhos”, realçou.

Em relação à construção da catedral da Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo, o bispo Afonso Nunes lamentou o facto de o Presidente da República, José Eduardo dos Santos, ainda não se ter deslocado a este templo desde a sua conclusão apesar de ter dado um valioso contributo na construção do mesmo.

“ Nós os tocoistas afirmamos que o Presidente da República tem uma grande divida para com esta igreja pois erguemos no decorrer do seu mandato o maior templo ao sul do Sahara com capacidade de ajuntar 30 mil fieis, facto que constitui uma bênção” , sublinhou. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA