Huíla: Conselho de auscultação considera estável situação económico-social no Cuvango

Huíla: Pormenor da vila do Cuvango (Foto: FERNANDO JAMBA)

Os membros do conselho municipal de auscultação e concertação social do município do Cuvango, 356 quilómetros a leste do Lubango, província da Huíla, consideraram segunda-feira de estável o estado económico e social da municipalidade, pelas quantidades consideráveis dos produtos colhidos no campo no presente ano agrícola.

Os membros, que participaram na segunda reunião ordinária do conselho municipal, orientada pelo administrador Miguel Luís, foram informados sobre o estado actual económico-social do Cuvango, assim como a situação actual dos concursos públicos nos sectores da educação saúde, actualização do registo eleitoral e sobre a implementação de um projecto de criação de aves.

Segundo o chefe de secretaria da administração municipal, Alberto Cambinda, apesar da crise económica e financeira que país vive, os membros foram informados que o município não tem carência de alimentos, sendo momento de recuperar o tempo perdido e produzir mais, por isso foram criados incentivos para cumprir com este desiderato.

Sobre os projectos em curso na região no âmbito do programa de desenvolvimento rural combate a fome e redução da pobreza, disse que se observou um abrandamento por falta de recursos financeiros, mas não pararam, pois alguns projectos continuam a ser executados.

Fez saber que para Setembro está prevista a inauguração de obras concluídas no município, como uma escola de seis salas de aulas, três sistemas de captação e distribuição de água potável, um posto policial na comuna de Vicungo, um mercado municipal e a reinauguração do comando municipal da Polícia Nacional.

O município do Cuvango tem uma população estimada de 75 mil 180 habitantes, de acordo com dados do censo 2014. (Angop)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA