Diversidade rítmica marca mais recente disco da cantora Ary

Baló Januário e Ary num dueto musical da nova obra discográfica da cantora (Foto: Alberto Julião)

A diversidade rítmica, com particular realce para os ritmos folclóricos, kizomba e zouk, marca o mais recente trabalho discográfico da cantora Ary com o título “Dez” apresentado nesta quinta-feira à imprensa, em Luanda.

A sessão pública, duas no caso, a ocorrer no sábado (20) e domingo (21) na Praça da Independência e num dos supermercados da capital, servirá para levar o produto aos fãs que aguardam há cerca de dois (2) anos por ter em mão um novo disco da também diva da música angolana.

O disco produzido entre Angola, África do Sul e Espanha, o disco, que tem 16 temas, conta com a participação especial de Baló Januário.

O CD “Dez” é uma homenagem aos 10 anos de carreira da cantora.

A produção ficou uma vez mais a cabo da editora LS Produções.

Ariovalda Eulália Gabriel, ou simplesmente Ary, nasceu no Lubango província da Huíla, conquistou o público com a sua simplicidade, humildade, simpatia e muito “escangalho” em palco.

Com dez anos de carreira, a Diva é coleccionadora de inúmeros sucessos, prémios e é, sem sombra de dúvida, uma das cantoras mais bem sucedidas e queridas em Angola, arrastando multidões por onde passa.

Ary ganhou popularidade em 2007 com a música “Como te sentes tu”, que foi um marco para a sua carreira e estendeu o seu nível de alcance.

A artista participou no concurso “Estrelas ao Palco” e não venceu, mas, ainda assim, não desistiu do seu sonho e correu atrás mesmo com várias dificuldades.

Já foi várias vezes indicada para inúmeros prémios, entre os quais o Top dos Mais Queridos, que conquistou em 2014.

Durante os seus 10 anos de carreira, lançou dois discos. O primeiro álbum “Sem substituições” foi um sucesso de vendas e esgotou na primeira fase.

O segundo álbum da cantora “Crescida mas ao meu jeito” foi lançado no segundo semestre de 2014. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA