Derrotados tentam invalidar vitória de Evaristo

Derrotados tentam invalidar vitória de Evaristo de Carvalh (RFI/Liliana Henriques)

O Supremo Tribunal de Justiça e Tribunal Constitucional, confirmou a vitória de Evaristo Carvalho na segunda volta das presidenciais em São Tomé e Príncipe. Segundo os resultados da assembleia de apuramento geral, Evaristo carvalho, obteve 41.820 dos votos correspondente a 81.64 por cento do total de votantes. A vitória de Evaristo de Carvalho que já está a ser contestada pelos candidatos derrotados.

José Bandeira, o presidente do Supremo Tribunal de Justiça e do Tribunal Constitucional proclamou esta segunda-feira, os resultados definitivos da segunda volta das presidenciais de 7 de Agosto em São Tomé e Príncipe.

“É proclamado vencedor das eleições presidenciais de 7 de Agosto de 2016 o candidato de Evaristo de Espírito Santo Carvalho com o total de de 41 mil 820 votos correspondendo a 100% dos votos validamente expressos, o que corresponde a 81,64% do total dos votantes”.

De acordo com Assembleia Geral de Apuramento dos votos, o número de votantes na segunda volta das presidenciais, em que Evaristo de Carvalho concorreu sozinho, cifrou-se em 51 226, correspondente a 46,06%.

A abstenção totalizou 53,94%, enquanto os votos validamente expressos somam 41 820 (81,64%), que são aqueles que contaram a favor do candidato único, Evaristo de Carvalho.

Registaram-se também nesta segunda volta do escrutínio um total de 1 522 votos em branco, correspondendo 2,97%, e 7 884 votos nulos, equivalente a 15,39%.

Derrotados tentam invalidar vitória de Evaristo

A candidatura do Presidente cessante Manuel Pinto da Costa, o segundo mais votado na primeira volta, remeteu ao Supremo Tribunal uma providência cautela para invalidar a eleição de Evaristo de Carvalho. A candidata do MLSTP-PSD, Maria das Neves, também impugnou hoje no Supremo Tribunal de Justiça a segunda volta das presidenciais. (RFI)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA