Cuanza-Norte: Mulheres do Ngonguembo exortadas a denunciar casos de violência doméstica

(geledes.org.br)

A directora provincial do Cuanza-Norte da Família e Promoção da Mulher, Delfina Graciosa Camulombo, exortou, quarta-feira, as mulheres a denunciar casos de violência doméstica às autoridades de direito, com vista a punir e desencorajar os autores.

A responsável, que falava numa palestra sobre a violência doméstica, na qual participaram 100 mulheres de diferentes estractos sociais da circunscrição, apontou as violências de ordem psicológica, física, económica, moral e patrimonial como as vigentes.

Durante a sua dissertação, a responsável instou os chefes de famílias a proporcionar alimento nos seus lares, visando mantê-las unidas, coesa e bem estruturadas, tendo exortada igualmente às mulheres a pautar por uma conduta exemplar.

Delfina Graciosa apontou o consumo excessivo de álcool como estando na base do aumento de casos de violência doméstica, apelando aos homens a evitar a apropriação das residências depois de uma separação conjugal e a prestar alimento aos filhos.

Assistiram o acto, o administrador municipal do Ngonguembo, Mateus André Garcia, autoridades tradicionais, entidades religiosas, membros da sociedade civil e representantes de partidos políticos. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA