Cuanza Norte: Autoridades de Ambaca intensificam combate à venda de carne sem inspecção sanitária

Comercialização de carne bovina (Foto: Julino Capingala)

As autoridades administrativas de Ambaca, província do Cuanza Norte, vão intensificar as medidas de combate à venda de carne bovina sem a devida inspecção sanitária, informou hoje, quinta-feira, em Camabatela, à Angop, o responsável dos Serviços do Instituto de Veterinária, Pedro Goma.

O responsável disse que a acção contempla um programa de sensibilização dos vendedores ambulantes da circunscrição, para desencorajar tal prática e informá-los sobre os riscos que a venda de produtos perecíveis em locais impróprios acarreta para a saúde humana.

Fez saber que a venda de carne em locais impróprios tem estado a preocupar as autoridades da circunscrição e que, apesar das campanhas de sensibilização, há vendedores que insistem sem a observância dos princípios básicos de sanidade, colocando em risco os consumidores.

Para tal, foi constituída uma comissão de inspecção na circunscrição, integrada por representantes dos serviços de saúde, investigação criminal e do instituto de veterinária, visando fiscalizar a observância das normas de higiene nos locais de venda.

Sublinhou que o incumprimento das normas implicará a aplicação de multas e a destruição da carne.

A comissão além de responsabilizar os infractores vai igualmente sensibilizar a população no sentido de se abster do consumo de carne comercializada em locais impróprios e sem a devida certificação. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA