Cuanza Norte: Administração municipal do Golungo Alto promove feira de produtos agrícolas

Cuanza Norte: Feira agropecuária promove potencialidades da província (Foto: Diniz Simão)

Cinquenta expositores participam desde sexta-feira, na primeira edição da feira de produtos agrícolas, promovida pela administração municipal do Golungo Alto, província do Cuanza Norte, no âmbito das festividades do 105º aniversário da ascensão daquela localidade à categoria de vila, assinalado no passado dia 01 de Agosto.

Na feira, com a duração de três dias, estão expostos diversos produtos do campo, nomeadamente, banana, mandioca, amendoim, feijão, milho, laranja, limão, madeira, óleo de palma, batata-doce, dendém, café, aguardente, bombó, cana-de-açúcar, mel, entre outros.

Utensílios domésticos como pilão, colheres de pau, esteiras, girões estão igualmente em exposição num certame que congrega camponeses das comunas de Cambondo, Cerca, Quiluanje, além de expositores do município de Ambaca.

Ao proceder a abertura do evento, a administradora municipal do Golungo Alto, Teresa Francisco da Costa, afirmou que a realização da feira visa encorajar os camponeses a engajarem-se mais na actividade agrícola para o desenvolvimento da circunscrição, o combate a fome e a pobreza, assim como a diversificação da economia.

Contactado pela Angop, o director provincial do Cuanza Norte da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Fernando Umberto Mesquita, valorizou a acção uma vez que visa demonstrar o potencial agrícola da região.

O responsável afirmou que caso haja maior apoio aos camponeses é possível o aumento da produção visando a auto-suficiência do município.

Por sua vez, o expositor Francisco Cadila mostrou-se satisfeito com a iniciativa da administração em promover a feira que vai permitir aos camponeses comercializarem os seus produtos, tendo em conta as dificuldades que enfrentam no escoamento da produção para o mercado.

Por sua vez, Xavier Ngunza, outro expositor presente no evento, afirmou que o evento visa não só comercializar os produtos mas “também corresponder o gesto da administração local e dar ênfase àquilo que é a produção agrícola na circunscrição”.

Rita Francisco Neto e Isabel da Costa, que também expõem produtos agrícolas na feira, solicitaram mais apoios financeiros para desenvolver a actividade agrícola na região. (

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA