Crimes aumentam em sete dias na província de Benguela

Supostos meliantes detidos pela Polícia (Foto: Pedro Parente/Arquivo)

Sessenta e dois crimes diversos, mais 18 em relação a igual período anterior, foram registados, nos últimos sete dias, na província de Benguela, pelo Comando provincial da Polícia Nacional, dos quais 54 foram esclarecidos.

De acordo com o relatório semanal da corporação, a que à Angop teve acesso hoje, quinta-feira, dos crimes que resultaram na detenção de 66 supostos criminosos, mais 19 comparativamente a semana passada, figuram quatro de natureza económica, 15 contra as pessoas, 38 contra propriedades, um contra ordem e tranquilidade pública e três de narcotráfico.

A nota realça ainda o registo de um crime de homicídio voluntário, dois casos de violações, um de furto de viatura, outro de gado bovino, um crime cometido com arma de fogo, bem como a remoção de dois cadáveres nos municípios do Lobito e Chongoroi, vítimas de enforcamento e intoxicação alcoólica.

No que toca a actividade de enfrentamento, as forças da ordem apreenderam uma viatura de marca Toyota Hilux, duas armas de fogo do tipo AKM, com respectivos carregadores, contendo 16 munições, nove motorizadas, dois quilogramas e 61 gramas de liamba, medicamentos electrodomésticos diversos.

O município de Bnguela continua a liderar a estatística semanal com a ocorrência de 24 crimes, seguido pelo o do Lobito com 12, Baía Farta com 11, Bocoio com cinco, Cubal quatro, Balombo e Ganda dois cada, Catumbela e Chongoroi com um respectivamente.

Os crimes foram,na sua maioria, cometidos por cidadãos com idades entre 18 e 49 anos, entre estudantes e desocupados.

Quanto a sinistralidade rodoviária, a corporação notabilizou o registo de 25 acidentes de viação, mais cinco em relação a semana passada, em que resultaram em seis mortos e 18 feridos, em consequência de 12 atropelamentos, um despiste, quatro choques entre veículos automóveis e motociclos, um entre motociclos e três contra obstáculos fixos. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA