Coligação ganha terreno ao EI em Mossoul

Coligação internacional ganha terreno ao EI em Mossoul (REUTERS/Azad Lashkari)

No norte do Iraque, as forças no terreno, apoiadas pela coligação internacional, continuam a lutar contra a organização do Estado islâmico. Ontem à noite as autoridades da região autónoma do Kurdistão iraquiano anunciaram ter recuperado várias localidades estratégicas a sudeste de Mossoul. A Daesh tinha tomado o controle em 2014 de uma grande parte da região.

Mossoul, a segunda maior cidade do Iraque é hoje a capital do auto proclamado grupo do Estado Islâmico no Iraque. Ontem à noite as autoridades da região autónoma do Curdistão iraquiano anunciaram ter recuperado várias localidades estratégicas a sudeste de Mossoul. Este é o resultado de uma ofensiva que começou há dois dias.

Após dois dias de combates intensos, os peshmergas conseguiram avançar cerca de vinte quilómetros em direcção a Mossoul. No total, doze localidades foram recuperadas o que corresponde uma área de 150 km². As tropas curdas fizeram face a numerosos ataques com viaturas armadilhadas. Numa das localidades agora conquistada, uma escola foi transformada em fábrica artesanal de engenhos explosivos, o que terá atrasado o avanço dos peshmergas.

A Coligação internacional apoia os combates no terreno

Durante toda a operação, a aviação da coligação internacional apoiou os combatentes curdos no terreno. O sucesso desta operação vai permitir afastar o grupo do Estado Islâmico da cidade de Gwer, onde os peshmergas têm a sua base. Nos últimos meses, a cidade sofreu vários ataques. Antes da ofensiva, apenas o rio que separava os homens da Daesh dos peshmergas. Hoje as duas margens do Zab estão sob controlo curdo. (RFI)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA