Chefe da OEA: ‘Venezuela não tem democracia, ou Estado de Direito’

Luis Almagro (AFP)

O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, disse nesta segunda-feira (22) que a ratificação da condenação contra o opositor venezuelano Leopoldo López foi o “marco” do final da democracia e do Estado de Direito nesse país.

“Nenhum foro regional, ou sub-regional, pode desconhecer a realidade de que, hoje, na Venezuela, não há democracia nem Estado de Direito”, escreveu Almagro em uma carta aberta a López, a quem chamou de “amigo”. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA