Candidatas a SG da ONU recebidas pelo vice-presidente da República

Manuel Domingos Vicente, vice-presidente da República (à dir.), com candidata a SG da ONU, Susana Malcorra (Foto: Francisco Miudo)

O vice-presidente da República, Manuel Domingos Vicente, ouviu hoje das candidatas ao cargo de secretário-geral da ONU Irina Bukova e Susana Malcorra promessas de promoção da paz e do desenvolvimento sustentado, particularmente, dos países em desenvolvimento, caso sejam eleitas.

Irina Bukova considera ser um momento oportuno para partilhar ideias, experiencias, sobre paz e desenvolvimento, tendo em conta o papel importante de Angola dentro do Conselho de Segurança de Segurança, na qualidade de membro não permanente.

Manuel Domingos Vicente, vice-presidente da República (à dir.), com candidata a SG da ONU, Irina Bukova (Foto: Francisco Miudo)
Manuel Domingos Vicente, vice-presidente da República (à dir.), com candidata a SG da ONU, Irina Bukova (Foto: Francisco Miudo)
Irina Bukova, actual directora-geral da UNESCO, promete priorizar ainda questões ligadas à pobreza, desenvolvimento sustentável, reforçar o papel da ONU na prevenção de conflitos, diplomacia de paz, promover o respeito aos direitos humanos e o aumento de oportunidades para os jovens.

A também antiga ministra dos Negócios Estrangeiros da Bulgária disse ter abordado com o vice-presidente da República de Angola a necessidade de democratizar o Conselho de Segurança, o seu alargamento e a inclusão de representantes de outros continentes.

Por sua vez, a candidata Susana Malcorra, actual ministra dos Negócios Estrangeiros da Argentina, defendeu uma atenção especial às questões de paz e segurança, mas sem perder de vista os temas estruturais para promover o desenvolvimento sustentado, particularmente em África.

Para a diplomata argentina, é necessário o desenvolvimento agrícola e garantir a segurança alimentar, principalmente em África.

Promete, na qualidade de ministra dos Negócios Estrangeiros do seu país, o apoio necessário ao crescimento económico do continente africano, no quadro da cooperação sul-sul.

Por Angola, em busca de votos ao cargo de secretário-geral das Nações Unidas, já passou o antigo primeiro-ministro de Portugal e alto comissário da ONU para os refugiados, António Guterres.

Estiveram também na capital angolana a antiga primeira-ministra da Nova Zelândia, Helen Clark e o vice-primeiro-ministro da Eslováquia, Miroslav Lajcak.

Concorrem ao cargo de SG da ONU Srgian Kerim (Macedónia), Igor Luksic (Montenegro), Helen Clark (Nova Zelândia), Natalia Gherman (Moldávia), Vesna Pusi (Croácia), Miroslav Lajcak (Eslováquia), António Guterres (Portugal), Suzana Malcorra (Argentina), Irina Bokova (Bulgária), Vuk Jeremic (Sérvia), Danilo Turk (Eslovánia), e Christiana Figueres (Costa Rica).

O processo de eleição deverá estar concluído em Outubro e a posse deverá ocorrer a 1 de Janeiro de 2017. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA