Brasil goleia Honduras e vai em busca do ouro inédito

(AFP)

Neymar marca o gol mais rápido da história do futebol olímpico e abre caminho para uma classificação contundente no Maracanã. Torcida “pede” Alemanha na final.

O sonho do ouro inédito segue vivo. A seleção brasileira de futebol masculino derrotou Honduras com tranquilidade por 6 a 0, nesta quarta-feira (17/08), no estádio do Maracanã, e alcançou a final dos Jogos Olímpicos. Os gols foram anotados por Neymar (duas vezes), Gabriel Jesus (duas vezes), Marquinhos e Luan.

Depois das frustrações nas decisões de 1984 (Los Angeles), 1988 (Seul) e 2012 (Londres), o Brasil tem nova chance de encerrar o jejum. A seleção brasileira chega à decisão sem ter sofrido gols durante a competição. Após um início preocupante, com dois empates sem gols com África do Sul e Iraque, a equipe se recuperou e chega como favorita ao ouro. O adversário será o vencedor do duelo entre Nigéria e Alemanha, o que pode trazer à tona memórias amargas de dois anos atrás.

A partida desta quarta-feira começou fulminante. Com 14 segundos de bola rolando, Neymar mostrou seu cartão de visitas e abriu o placar no Maracanã. No lance ele se chocou com o goleiro hondurenho e precisou de atendimento médico – mais de uma vez. O gol de Neymar entrou para a história como o mais rápido em Jogos Olímpicos.

A seleção brasileira garantiu a classificação ainda no primeiro tempo. Gabriel Jesus, recentemente vendido ao Manchester City, balançou as redes aos 26 e aos 35 minutos – gols muito similares e que nasceram depois de arrancadas do ex-palmeirense, que não teve dificuldades para superar o goleiro Luis López Fernández.

Logo no início do segundo tempo, a vitória virou goleada. Neymar cobrou escanteio e o zagueiro Marquinhos, que atua no Paris Saint-Germain, complicou-se no domínio da bola, mas se recuperou e conseguiu estufar as redes. Aos 34 minutos, Luan tratou de deixar o dele. Nos acréscimos, Neymar completou a goleada em cobrança de pênalti. A partida foi marcada também pelos coros da torcida “pedindo” pela Alemanha na final.

A decisão pela medalha de ouro será neste sábado, também no estádio do Maracanã. Caso elimine a Nigéria, também nesta quarta-feira, a Alemanha terá um reencontro com o estádio onde conquistou a Copa do Mundo de 2014. Seria o duelo também da melhor defesa (Brasil) contra o melhor ataque: a Alemanha marcou 19 gols antes da fase semifinal – bem verdade que dez gols foram contra Fiji. Além disso, a partida será o primeiro duelo das duas potências do futebol mundial depois do clamoroso 7 a 1, no Mineirão, em julho de 2014.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA