Benguela: Serviços de inspecção do trabalho registam aumento de acidentes

Benguela: Chefe de Departamento de Inspecção do Trabalho, Maria do Rosário Fernandes (Foto: Rosário Miranda)

Vinte e cinco acidentes de trabalho foram registados no primeiro semestre de 2016 na província de Benguela, mais 18 em relação ao mesmo período de 2015, disse na quarta-feira,à Angop, a chefe dos serviços provinciais da inspecção-geral do trabalho, Maria do Rosário Fernandes.

Segundo a responsável, dos sinistros registados, 15 foram leves e 10 graves, dos quais 23 aconteceram com individuos do sexo masculino e dois em femininos, cujos acidentes ocorreram em empresas de construção, pescas , indústrias, transportes e limpeza.

Apontou o não uso de equipamentos individuais e a inobservância das normas de higiene em locais de trabalho como as causas que têm estado na base dos acidentes.

“Temos estado a sensibilizar as empresas e realizado palestras direccionadas aos responsáveis e funcionários de maneira a consciencializá-los sobre a necessidade do uso dos meios de protecção individual, principalmente por causa da saúde dos próprios trabalhadores”, disse.

Maria do Rosário Fernandes disse que a instituição continuará a trabalhar para que, cada vez mais, haja empresas que possam cumprir com as regras de segurança e normas de higiene no local de trabalho.

“Não vamos desistir enquanto não tivermos empresas e funcionários cumpridores”, ressaltou.

O serviço provincial da inspecção-geral do trabalho em Benguela conta com 13 técnicos. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA