Benguela: Crimes contra propriedades destacam-se nos últimos sete dias

Meliantes detidos pela polícia (Foto: Pedro Parente)

Trinta e cinco crimes contra propriedades destacam-se dos 64 delitos registados, nos últimos sete dias, na província de Benguela, pelo Comando Provincial da Polícia Nacional, que resultaram no total, na detenção de 68 supostos criminosos.

Segundo uma nota da corporação, a que a Angop teve hoje acesso, dos 64 delitos, mais seis em relação a semana passada, em que 55 foram esclarecidos, figuram ainda seis de natrureza económica, 16 contra as pessoas, dois contra a ordem e tranquilidade pública e cinco de narcotráfico.

O documento avança ainda que dos crimes, cujo município de Benguela foi o mais abrangido com 34 casos, seguido da Catumbela com nove e Bocoio com cinco, realça-se três homicídios voluntários, duas violações, um abandono de infante e a duas mortes patológicas.

No âmbito das actividades de enfrentamento, as forças policiais apreenderam uma pistola Tamborito, com três munições, uma replica de pistola de madeira , 1,095 quilogramas de liamba, bem como 13.700 Kwanzas, 630 rands, 25 reiais, 504 Yun (moeda chinesa), entre outros bens.

Quanto a sinistralidade rodoviária, o Comando provincial da Polícia Nacional registou 22 acidentes de viação, menos um em relação a semana passada, que resultaram em cinco mortos e 30 feridos, causados por sete atropelamentos, um despiste, dois capotamentos, seis choques entre veículos automóveis e motociclos, dois entre motociclos e um contra obstáculo fixo.

Benguela foi o município mais visado com 11 acidentes, secundado da Baía Farta com cinco, Lobito com quatro, Catumbela com três, Bocoio com dois e o Caimbambo com um apenas. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA