Banco Mundial reafirma apoios para Angola

Ana Dias Lourenço - Delegada ao VII Congresso Ordinário do MPLA (Foto: Francisco Miudo)

A representante de Angola no Banco Mundial, Ana Dias Lourenço, afirmou hoje, quarta-feira, que existem programas da instituição financeira internacional que têm dado suporte ao Executivo angolano neste momento de crise.

Em declarações à imprensa no Centro de Conferências de Belas, em Luanda, Ana Dias Lourenço, disse que a parceria de Angola com o Banco Mundial está a correr bem e neste momento existem alguns programas a implementar que têm dado suporte ao Executivo de Angola.

No entanto, a responsável afirmou ser necessário fazer mais, porquanto o BM é uma organização internacional que pode certamente apoiar Angola com financiamento de projectos no domínio de infra-estruturas e ao sector privado.

Segundo a responsável, estes apoios têm sido feito em condições bastante boas, concessionais e que podem garantir uma maior estabilidade no que toca a projecção e a estratégia da divida angolana no futuro.

Ainda em relação à dificuldade financeira que Angola vive, Ana Dias Lourenço afirmou que, neste momento, quando se tenta analisar a situação financeira actual no mundo, que decorre da baixa do preço de petróleo, uma atenção especial tem-se dado aos países da África subsariana que são os exportadores de petróleo que são Angola e a Nigéria.

“A grande preocupação é olhar para estes dois países, apoia-los e garantir que eles mantenham a sua estabilidade macro-económica que é fundamental para garantir o desenvolvimento“, referiu.

Quanto ao congresso que hoje teve início, Ana Dias Lourenço referiu que as expectativas são grandes porque o MPLA é um partido histórico e espera que deste conclave possam receber orientações para o desafio que vai acontecer no próximo ano.

“O MPLA é uma organização estatutária e esperamos que deste congresso possamos receber da direcção do partido as orientações necessárias“, adiantou. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA