Austria: “Doente mental” esfaqueia em comboio, polícia não encontra ligação terrorista

Polícia austríaca (REUTERS)

A polícia austríaca diz que não há sinais de terrorismo nos ataques à faca feitos por um “doente mental” num comboio, a ocidente do país, hoje.

O indivíduo identificado como cidadão alemão de 60 anos de idade pareceu mentalmente perturbado, concluiu a polícia.

Horst Spitzhofer, por-voz da polícia local, acrescentou que o homem não tem antecedentes de migração e tudo indica que é demente.

O individuo esfaqueou dois jovens de 19 e 17 anos num comboio da vila de Sulz.

No sábado, na Suiça, foi registado um ataque similar que resultou na morte de uma pessoa e cinco feridos. A polícia afastou qualquer ligação entre os dois incidentes. (VOA)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA