Australopiteco Lucy pode ter morrido ao cair de árvore, aponta estudo

(AFP)

Lucy, o mais famoso australopiteco que viveu na África há 3,18 milhões de anos, provavelmente morreu ao cair de uma árvore, indica um estudo científico publicado nesta segunda-feira pela revista Nature.

“Nossa hipótese é que abriu os braços para tentar amortecer sua queda”, declarou à AFP o antropólogo John Kappelman, da Universidade do Texas, que analisou as diferentes fracturas reveladas pelo fóssil.

Ele calculou que a queda provavelmente foi de 12 metros.

“A morte ocorreu rapidamente”, afirmou. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA