“Anúncio tardio de Manuel Pinto da Costa é intencional”

Manuel Pinto da Costa, recusa participar na 2a volta das eleições presidenciais de 7 de Agosto 2016 (RFI/Liliana Henriques)

Em São Tomé e Príncipe, o candidato Manuel Pinto da Costa anunciou formalmente, ontem, que não vai participar na segunda volta das eleições presidenciais que estão marcadas para o dia 7 de Agosto. Com esta decisão Evaristo de Carvalho, candidato da ADI, partido no poder, é o único a disputar o escrutínio. Segundo a lei santomense, o candidato tem dois dias depois da publicação oficial dos resultados, feita no passado dia 25 de Julho, para decidir se participa ou não na eleição devendo ser nomeado o terceiro candidato mais votado, neste caso Maria das Neves. Para o sociólogo, Olívio Diogo, o anúncio tardio de Manuel Pinto da Costa é “intencional e teve como objectivo inviabilizar” a candidatura de Maria das Neves, apoiada pelo principal partido de oposição, MLSTP PSD. (RFI)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA