Universidade confirma morte de estudante americano em Nice

Agentes da protecção civil consolam pessoas em frente ao hospital Pasteur, em Nice, Riviera Francesa (afp_tickers)

Um estudante americano que estava desaparecido após o atentado em Nice (sudeste da França) teve a morte confirmada, informou neste domingo a Universidade da Califórnia em Berkeley.

Nicolas Leslie, de 20 anos, estudava na cidade da Riviera Francesa em um programa de intercâmbio. As cifras oficiais do atentado de 14 de Julho, durante os festejos pelo Dia da Bastilha, são de 84 mortos e cerca de 300 feridos.

“É uma notícia trágica, devastadora”, informou o reitor da universidade de Berkeley, Nicholas Dirks, depois que o FBI noticiou autoridades do campus sobre a morte do jovem.

“Todos nós da família da Universidade da Califórnia em Berkeley – tanto no campus quanto ao redor do mundo – estamos com o coração partido em saber que outro jovem estudante promissor foi perdido para esta violência sem sentido”, acrescentou, em um comunicado.

“Eu me uno aos pais e amigos de Nick, e a toda a comunidade do campus na condenação deste terrível ataque e no luto pela perda de um dos nossos”, concluiu.

O estudante em ciências ambientais planeava começar a frequentar a Escola de Negócios Haas School no próximo semestre.

Uma vigília foi planeada para as 16h30 locais de segunda-feira (20h30 em Brasília) no campus de Berkeley. Detalhes sobre o funeral serão anunciados posteriormente.

Três estudantes de Berkeley também ficaram feridos no ataque, informou a Universidade. Dois tiveram alta após receber tratamento médico. Um terceiro, Daryus Medora, de 21 anos, que teve as pernas partidas, permanece hospitalizado. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA