Uíge: Primeiro secretário do MPLA aconselha militantes a absterem-se de atitudes provocatórias

Paulo Pombolo – 1º Secretário Provincial do MPLA no Uíge (Foto: Domingos Nicolau)

O primeiro secretário provincial do MPLA no Uíge, Paulo Pombolo, aconselhou sábado, nesta cidade, os militantes do Partido no poder a abster-se de atitudes provocatórias que incitam a violência.

Ao discursar na cerimonia de abertura do encontro metodológico sobre a organização do trabalho do Partido, Paulo Pombolo relembrou que o poder politico só se alcança com um trabalho aturado e devidamente estruturado.

“O poder politico se alcança com um trabalho aturado e não através de agressões físicas ou de outro tipo de comportamento que não promova a paz , unidade e a reconciliação nacional”, reforçou o primeiro secretario.

No fim do encontro, os participantes do evento, comprometeram-se em continuar trabalhar afincadamente no alargamento da base social do Partido e das suas organizações sociais.

Face ao momento politico e económico que o mundo atravessa, os participantes apelaram aos militantes do Partido, JMPLA, OMA, simpatizantes e amigos do MPLA a manterem-se vigilantes e não aderirem aos actos que contrariam a lei.

Os participantes do encontro exortaram os militantes do Partido, JMPLA, OMA e a população em geral a participarem de forma activa e massiva no processo de actualização e do registo eleitoral.

O encontro saudou igualmente a realização do VII Congresso ordinário do Partido a realizar-se de 17 a 20 de Agosto próximo em Luanda.

Ao presidir a cerimonia de encerramento do encontro, o primeiro secretario do MPLA no Uíge, Paulo Pombolo defendeu a necessidade de consolidação da unidade e coesão no seio do Partido, tendo em conta os desafios que a maior organização política do país se propõe atingir.

O politico recomendou a todos os participantes do encontro a observância e cumprimento das normas transmitidas.

O encontro metodológico sobre a organização do trabalho do Partido juntou membros do secretariado e da comissão executiva do Comité Provincial, Deputados a assembleia nacional pelo circulo provincial, coordenadores e coordenadores adjuntos dos grupo de acompanhamento, membros dos secretariados das comissões executivas municipais, dos secretariados provinciais da OMA e JMPLA, administradores municipais, assim como quadros auxiliares da estrutura intermédia. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA