UE quer melhor relação possível com Reino Unido após saída do bloco, diz Mogherini

Chefe de política externa da UE, Federica Mogherini, durante encontro em Bruxelas. 27/06/2016 (REUTERS/Francois Lenoir)

A União Europeia está torcer pela transição mais suave e o melhor relacionamento possível com o Reino Unido após sua saída do bloco, disse a chefe de política externa da UE, Federica Mogherini, nesta quarta-feira.

A ministra do Interior britânica, Theresa May, vai assumir como primeira-ministra também nesta quarta-feira sucedendo a David Cameron, que anunciou a sua renúncia depois que os britânicos votaram no mês passado em um referendo que decidiu pela saída do país da UE.

“Com certeza estamos a perder muito, mas o Reino Unido está perder ainda mais”, disse Mogherini durante uma visita a Pequim. “Está perder a possibilidade de se sentar ao redor de uma mesa e contribuir com o processo decisório dos 28 (países) como um todo.”

Federica Mogherini disse não acreditar que a saída britânica irá levar mais nações a romperem com o bloco, mas que na verdade pode ter um efeito dissuasivo.

“O que vejo na reacção da opinião pública em todo o mundo é a consciência do fato de que bater a porta não irá necessariamente resolver problemas. Pelo contrário, pode fazer a casa desabar”, disse. Ela acrescentou ter esperanças de que o caos institucional no Reino Unido termine o mais breve possível. (REUTERS)

por Sue-Lin Wong e Megha Rajagopalan

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA