UA: Adiada eleição para presidente da Comissão da União Africana

Georges Chikoti, ministro angolano das Relações Exteriores (Foto: Francisco Miudo)

A eleição ao cargo de presidente da Comissão da União Africana foi adiada para a próxima cimeira, depois dos chefes de Estado não terem chegado a consenso, no termo de sete voltas, informou hoje, o ministro angolano das Relações Exteriores, Georges Chikoti.

Em declarações à imprensa para fazer um balanço das decisões tomadas até ao momento na 27ª Cimeira da União Africana, que decorre em Kigali, Rwanda, Georges Chikioti afirmou que os chefes de Estado decidiram prolongar por um período de seis meses o mandato da actual presidente, Dlamini Zuma, assim como dos respectivos comissários.

Questionado sobre o orçamento da União Africana, afirmou que o mesmo foi aprovado na ordem de 780 milhões de dólares, assim como foi aprovada a nova tabela dos estados membros de uma taxa de 0,2 porcento sobre as importações dos estados membros, permitindo que a União Africana consiga ter um orçamento na ordem de um bilião e 300 milhões de dólares por ano.

Informou que parte desse orçamento será destinada a projectos da comissão, outra para o fundo de paz, na ordem de 300 milhões de dólares, sendo que cada região deve contribuir com 65 milhões para poder resolver os problemas de orçamento, o qual será implementado em 2017.

Outra medida tomada está relacionada com a necessidade de se ter a zona de comercio livre que começa em 2017, assim como se afirmou a necessidade de se manter a resolução de consenso comum dos estados membros do Conselho de Segurança que defende que África tenha no órgão dois membros permanentes e dois não permanentes. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA