Turquia arrisca a ser expulsa da OTAN

(AFP 2016/ BENOIT DOPPAGNE / BELGA)

Em caso de incumprimento das normas democráticas e do Estado de direito, a Turquia pode ser expulsa da OTAN.

O secretário de Estado dos EUA John Kerry declarou que a Turquia pode ser expulsa da OTAN se não respeitar os princípios da democracia na sua gestão do falhado golpe militar.

De acordo com o político, como membro da aliança, a Turquia deve agir no quadro de Estado de direito ao punir os golpistas.

“A OTAN exige democracia” e a aliança pretende avaliar as acções de Ancara contra os rebeldes militares, disse John Kerry na segunda-feira durante uma conferencia de imprensa conjunta com a chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini.

A resposta do governo turco ao golpe do estado falhado preocupa os EUA e a UE, uma vez que as autoridades turcas estão classificando os rebeldes como “um cancro que deve ser erradicado” das instituições públicas.

Neste sentido, o presidente da Turquia Recep Tayyip Erdogan declarou que os golpistas vão “pagar um preço alto” e que o governo está discutir a introdução da pena capital para as pessoas que participaram no golpe.

John Kerry também manifestou o apoio ao governo eleito e acrescentou a importância da manutenção da estabilidade e paz no país. (SPUTNIK)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA