Temer afirma que Jogos do Rio acontecerão em ‘democracia estável’

(AFP)

Os Jogos Olímpicos do Rio mostrarão a “democracia estável” do Brasil, disse nesta quarta-feira o presidente interino Michel Temer, acusado por Dilma Rousseff de liderar um golpe para tirá-la do poder através de um impeachment.

“Quando forem colocadas as medalhas, estaremos mostrando o Brasil ao mundo, um Brasil onde a democracia é estável, onde as coisas estão indo muito bem, onde as instituições funcionam”, afirmou Temer ao receber, em Brasília, a delegação de atletas que disputarão os Jogos em casa, entre os dia 5 e 21 de agosto.

“Quero registrar a simbologia deste momento em que ocorrerão as Olimpíadas no Rio. É um momento de confraternização universal. O esporte é um meio para poder integrar pessoas e fazê-las amigas, que é o que estamos fazendo no Brasil”, acrescentou Temer, que assumiu o poder no dia 12 de maio, depois de o Senado suspender Dilma para julgá-la por maquiar as contas públicas.

Dilma acusa Temer, que foi seu vice-presidente durante cinco anos, de ter planejado um “golpe de Estado” parlamentar. A presidente afastada conhecerá o veredicto no fim de agosto, pouco depois do fim dos Jogos.

Em caso de ser finalmente destituída – que necessita dos votos de dois terços dos senadores – Temer completará o mandato até o final de 2018. Se a Câmara absolvê-la, poderá retomar imediatamente seu cargo.

Como chefe de Estado, Temer irá declarar abertos os Jogos Olímpicos no dia 5 de agosto em uma cerimônia para qual Rousseff também foi convidada.

Sessenta atletas da delegação brasileira participaram do ato na terça-feira, junto do presidente do comitê organizador Rio-2016 e do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Nuzman, e outras autoridades.

“Tivemos cerca de 270 (atletas) na delegação de Londres em 2012 e vamos ter mais de 460 no Rio de Janeiro, e sem dúvida alguma essa será a melhor participação do Brasil em Jogos Olímpicos”, disse o ministro dos Esportes, Leonardo Picciani.

O objetivo do COB é ficar entre os 10 primeiros do quadro de medalhas total, ou seja, sem contar apenas os ouros.

Em Londres-2012, o Brasil conquistou 17 medalhas, incluindo três de ouro.

A delegação brasileira entrará na Vila Olímpica no dia 31 de julho. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA