’Sérgio Moro foi treinado pelo FBI para conduzir a Lava Jato’

(YAHOO)

Uma das personalidades mais citadas dos últimos tempos no Brasil é o juiz Sérgio Moro. Responsável por julgar boa parte da Lava Jato, ele, agora, está sendo acusado de ter sido treinado pelo FBI.

Quem disse isso foi a filósofa Marilena Chauí, de 74 anos, em vídeo divulgado no último domingo (3). Ela garante que a condução da Lava Jato por Moro é fruto de treinamento com a polícia norte-americana.

“Ele recebeu um treinamento que é característico do que o FBI fez no Macarthismo [política de perseguição contra comunistas adotada pelos EUA nos anos 1950] e fez depois do 11 de setembro, que é a intimidação e a delação. A Lava Jato, vamos dizer, é o prelúdio da grande sinfonia de destruição da soberania brasileira para o os séculos 21 e 22”, afirma ela.

O foco da filósofa ao falar sobre o suposto treinamento que ela acredita que Moro recebeu é claro: o pré-sal. Chauí acredita que os Estados Unidos querem para si a soberania na área de exploração de petróleo brasileira.

Por isso, ela faz duras críticas à gestão interina de Michel Temer. Afirma que ele, junto do chanceler José Serra, quer entregar a exploração do pré-sal aos EUA e empresas norte-americanas. Segundo ela, isso causa, já atualmente, a “destruição da economia brasileira”.

Uma intelectual notável do Brasil, bastante ligada à esquerda e defensora da presidente afastada Dilma Rousseff, Marilena Chauí tem feito recorrentes críticas à política externa do governo interino. Já afirmou outras vezes sobre a “entrega” do pré-sal e afirmou também que a Lava Jato tem como outro objetivo destruir o Mercosul. (YAHOO)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA