Seis anos de prisão para Oscar Pistorius

(Getty Images)

A juiza Thokozile Masipa já falou das atenuantes e das agravantes que ficaram provadas, e garantiu que não irá condenar Pistorius a 15 anos de prisão, o mínimo por homicídio no país.

Decorre neste momento a leitura da sentença de Oscar Pistorius, no tribunal de Pretória, na África do Sul. A juíza Thokozile Masipa já falou das atenuantes e das agravantes que ficaram provadas, e garantiu que não irá condenar Pistorius a 15 anos de prisão, o mínimo por homicídio no país.

Os tribunais são “da lei, não da opinião pública”, disse a juíza, que argumentou que as sentenças não servem para agradar à opinião a pública.

“A vida do acusado nunca mais será a mesma”, considerou Masipa. A juíza diz que decidir uma sentença que satisfaça todos os interesses envolvidos “não é fácil”.

Durante a leitura da sentença, Masipa considerou que “o homicídio é sempre um crime muito grave, e o facto de o acusado pensar que se tratava de um intruso não o torna menos grave”.

No entanto, a juíza explicou que não havia “nenhuma indicação” de que a namorada de Pistorius estivesse numa relação abusiva”.

Oscar Pistorius é acusado do homicídio da namorada, Reeva Steenkamp, em 2013. (OBSERVADOR)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA