Segunda volta à vista nas Eleições Presidenciais

Palácio Presidencial em São Tomé e Príncipe (RFI / Liliana Henriques)

Em São Tomé e Príncipe tudo aponta agora para a necessidade de uma segunda volta nas Eleições Presidenciais. Porém o presidente cessante, Manuel Pinto da Costa, veio dizer que participa no segundo turno apenas com a demissão da comissão eleitoral que numa primeira fase anunciou que Evaristo Carvalho, candidato da ADI, teria ganho logo à primeira volta.

Afinal as eleições presidenciais em São Tomé e Príncipe talvez vão ter de passar por uma segunda volta. Esta reviravolta trouxe reacções de vários políticos.

Maria das Neves, a terceira candidata mais votada nas presidenciais do passado domingo em São Tomé e Príncipe, disse esta sexta feira em conferência de imprensa que é preciso tirar consequências do papel da Comissão Eleitoral Nacional.

O MLSTP-PSD, partido que apoiou, Maria das Neves na voz do seu líder, Aurélio Martins está no mesmo diapasão.

Quanto à candidatura de Manuel Pinto da Costa, através do seu director de campanha Guilherme Posser, admitiu que propôs a dissolução da actual Comissão Eleitoral Nacional.

Um edital datado de 21 de Julho corrente do Supremo Tribunal e Tribunal Constitucional dá conta que foram provisoriamente admitidos a uma segunda volta, Evaristo Carvalho e Manuel Pinto da Costa. Os resultados definitivos das presidenciais de 17 de Julho só serão conhecidos após a conclusão da assembleia de apuramento geral no Tribunal Constitucional cujo início está previsto para a próxima segunda feira. (RFI)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA