São Tomé assinala 41 anos de independência

Palácio Presidencial São Tomé e Príncipe (VOA)

São Tomé e Príncipe celebra esta terça-feira quarenta e um anos de independência. A menos de uma semana das eleições presidências a data é assinalada com um forte cariz político. O presidente da Repúclica, Manuel Pinto da Costa lembrou que os santomense se devem orgulhar da independência do país.

A praça da independência onde a 12 de Julho de 1975 foi proclamada a independência de São Tomé e Príncipe, acolheu o acto comemorativo da efeméride.

Apesar da campanha que decorre no país para as presidenciais do próximo domingo, alguns populares afluíram ao local.

O presidente de Câmara da cidade de São Tomé, Ekeneide dos Santos disse que a nova geração deve trabalhar para vencer os actuais e futuros desafios do país.

” A minha geração não teve obviamente de lutar pela independência nacional, mas nem por isso ela deixa de ter uma grande responsabilidade nos dias de hoje e uma grande dívida para com a nação”.

O Presidente da República, Manuel Pinto da Costa, referiu que os santomenses devem se orgulhar da independência do país.

“Há quarenta e um anos começamos a construir o caminho que escolhemos para São Tomé e Príncipe enquanto nação livre e independente. Não é um caminho fácil, mas é um caminho que vale a pena percorrer até que o sonho que em todos alimentou a luta pela libertação seja cumprido e que os ideais de então se concretizem”. (RFI)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA