Recomendada aposta contínua no desenvolvimento do capital humano

o professor Alamain Mnene (Foto: Joaquina Bento)

A aposta no investimento do capital humano cria distintivo como marca individual, garantindo maior produtividade e progresso de qualquer líder no seu sector de actuação, afirmou hoje, quarta-feira, o professor Alamain Mnene, do Instituto Americano John Maxwell.

De acordo com o docente, que dissertação o tema “As Marcas de um Líder”, no Centro de Convenções de Talatona, a aposta de um líder em si mesmo, enquanto capital humano, é a decifração para se tornar um bom mentor e criar marca pessoal.

Salientou que o desenvolvimento de qualquer sector, por onde um orientador age, passa primeiramente pelo investimento pessoal, para que se invista no profissional.

“O líder conhece primeiramente o lado profissional apresentado pelo subordinado, mas ainda assim o verdadeiro líder tenta conhecer o lado pessoal, para compreender o talento e motivação do seu auxiliar. Qualquer orientador, que perceba isso, estará a investir na sua marca pessoal ou profissional, rumo a outras relações que o catalisam ao aperfeiçoamento e progresso de marcas”, salientou.

No seu entender, a elevação de salários, promoções, motivações verbais e, as vezes, criativas, reuniões frequentes, formações técnicas e emocionais, criam maior proximidade entre o líder e o seu auxiliar, possibilitando a associação de marcas e elevação do nome do colectivo.

A fonte falou ainda da importância de se associar a marcas com identidades definidas e actuantes, de modo a promover cada vez mais o carimbo das mesmas, o que permite maior entrega de quem estiver a ser liderado pelas marcas principais.

John Calvin Maxwell é um autor e conferencista renomado que escreveu mais de 60 livros, centrado principalmente em liderança, incluindo “As 21 irrefutáveis leis da liderança” e “As 21 indispensáveis qualidades de um líder”, dentre outras. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA