Província conta com três novos procuradores da República

Insignia da PGR (Foto: joaquina Bento)

Três novos magistrados foram apresentados nesta terça-feira, em Ndalatando, província do Cuanza Norte, aos órgãos locais da administração da justiça e ao governo provincial, visando reforçar a actividade do Ministério Público na região, em acto orientado pelo procurador-geral-adjunto da República e acompanhante da PGR ao Cuanza Norte, Beato Manuel Paulo.

Trata-se de Alceu Olegário, Alberto Lemos e Dorcas Lino, que vão reforçar o exercício da acção penal junto dos tribunais, direcção e fiscalização dos actos de instrução dos processos a cargo do Serviço Provincial de Investigação Criminal e ao nível dos municípios.

Em declarações à imprensa no final do acto de apresentação, os novos procuradores da Republica instaram a população do Cuanza Norte, a confiar na justiça e no trabalho dos magistrados púbicos e judiciais.

“Com a nossa chegada acreditamos que vamos contribuir para melhorar a administração da justiça na província, imprimindo maior celeridade na tramitação processual, disse o novo procurador, Alceu Olegário.

Já os procuradores, Alberto Lemos e Dorcas Lino, solicitaram maior colaboração da população para que possam exercer com êxito as suas actividades.

A partir de agora, a actividade do Ministério Público no Cuanza Norte passa a ser assegurada por 12 magistrados distribuídos em cinco dos 10 municípios da província, nomeadamente, Cazengo, (sede provincial), Golungo Alto, Cambambe, Ambaca e Samba-Cajú.

Este último é assistido pelo magistrado de Ambaca. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA