Programa de rádio da Codevasf destaca atuação da empresa ao longo dos 42 anos de trabalho

Codevasf (WIKIPEDIA)
Para comemorar o aniversário de 42 anos da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), a Assessoria de Comunicação da empresa produziu um programa de rádio especial que, além de celebrar as conquistas dos beneficiados pela empresa, relembra algumas ações realizadas pela Instituição. Resumir quatro décadas de intenso trabalho em um único programa de rádio foi um interessante desafio e também uma enorme satisfação.
Criada no dia 16 de julho de 1974, a Codevasf tem uma história importante nos estados onde atua. Os programas e as ações da Codevasf têm como foco principal o desenvolvimento regional, permitindo que sejam criadas novas perspectivas e oportunidades para a população atendida. A presidente da Codevasf, Kênia Marcelino, destaca a importância da atuação da empresa na região onde atua.
“A Codevasf tem por missão desenvolver, com sustentabilidade, as regiões onde atua. Para isso, executa diversas ações, como os projetos de irrigação; o Programa Água para Todos, que instalou cisternas para armazenamento de água no semiárido brasileiro; o Programa de Revitalização, que tem levado vários projetos de saneamento, melhoria da qualidade e da quantidade de água para população. A empresa atua, ainda, no apoio aos Arranjos Produtivos Locais, na recomposição da ictiofauna e na execução de emendas parlamentares. Além disso, tem hoje um de seus maiores desafios, que é a operação do PISF, o Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias do Nordeste Setentrional. É a Codevasf atuando pela promoção da melhoria da qualidade de vida da população das bacias dos rios São Francisco, Parnaíba, Itapecuru e Mearim”, ressalta Kênia Marcelino.
São muitos os personagens, as batalhas e as conquistas proporcionadas pelo trabalho da Companhia ao longo da sua história nos Vales do São Francisco, Parnaíba e, mais recentemente, Itapecuru e Mearim. “Ao longo da sua história, a Codevasf tem trabalhado para reprodução de peixes de espécies nativas para soltura em rios, aguadas, açudes e rios contributivos do São Francisco, visando a reparar os danos ambientais causados ao meio ambiente por conta do desmatamento e da construção de barragens e beneficiar as famílias ribeirinhas, que vivem da pesca e que retiram dela uma maneira de suprir a sua fonte de proteína a baixo custo”, destaca o chefe do Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Itiúba, em Alagoas, Álvaro Albuquerque.
Para estimular o uso racional da água na irrigação e proporcionar uma atividade mais eficiente e sustentável, a empresa estimula os produtores a substituírem os sistemas de irrigação menos eficientes, como os de sulco (superfície), por outros mais eficientes, como os do tipo localizado (gotejamento e microaspersão). O agricultor do perímetro irrigado de Mandacaru, em Juazeiro (BA), Deusival Saraiva de Souza, também é um dos destaques do Jornal dos Vales. “Quando era o outro sistema de inundação, a gente já não estava produzindo quase nada. Depois que trocou o sistema e colocou por gotejamento, os benefícios foram muitos e a produção melhorou demais”, conta.
Vinculada ao Ministério da Integração Nacional (MI), a empresa pública promove o desenvolvimento e a revitalização das bacias hidrográficas dos Rios São Francisco, Parnaíba, Itapecuru e Mearim, com a utilização sustentável dos recursos naturais e a estruturação de atividades produtivas para a inclusão econômica e social. Para atender à população em sua área de atuação, nos estados de Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Minas Gerais, Goiás, Distrito Federal, Piauí, Maranhão e Ceará, a Codevasf dispõe de oito Superintendências Regionais e Escritórios de Representação e de Apoio Técnico.

(nota de imprensa enviada à redacção do Portal de Angola com pedido de publicação)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA