Porsche vai criar 1.400 postos de trabalho para a produção do eléctrico Mission E

(Negocios)

A Porsche vai criar pelo menos 1.400 postos de trabalho para desenvolver o seu modelo eléctrico, o Mission E, que rivaliza com o Model S, da norte-americana Tesla, numa altura em que o grupo Volkswagen procura recuperar do escândalo das emissões que rebentou em Setembro do ano passado.

Segundo a Reuters, outros 350 especialistas digitais serão contratados para uma unidade da Porsche especificamente criada para desenvolver conceitos de mobilidade e descobrir novas áreas de negócio, uma transformação que também está em curso noutra marca do grupo, a Audi.

Inicialmente, a Porsche previa a contratação de apenas mil trabalhadores para o Mission E, na unidade de Zuffenhausen, perto de Estugarda, na Alemanha, onde a fabricante está a construir uma nova linha de montagem. De acordo com a agência noticiosa, a Porsche está a gastar cerca de mil milhões de euros no seu modelo de emissões zero.

O eléctrico Mission E implica uma mudança radical na Porsche, tradicionalmente conhecida pelos luxuosos carros desportivos de alto desempenho. “Ou entramos na mudança digital, ou perdemos”, afirmou o vice-presidente da fabricante Uwe Hueck, citado pela agência noticiosa.

De acordo com a empresa, os 1.400 postos de trabalho incluem vagas para 900 funcionários de produção e 200 engenheiros.

Hueck recusou especificar as metas de produção para o Mission E, mas disse que a Porsche precisa de vender pelo menos 10 mil unidades por ano para ter lucro. (Negocios)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA