“Não transformem o Mar do Sul da China num berço de guerra”

(Reuters)

Pequim afirmou hoje ter “o direito” de instaurar uma “zona de identificação de defesa aérea” (ADIZ, na sigla em inglês) no Mar do Sul da China, um dia depois de um tribunal internacional ter decidido contra as suas reivindicações em águas estratégicas.

“A eventual necessidade de estabelecer uma [ADIZ] no Mar do Sul da China depende do nível de ameaça que enfrentarmos”, declarou o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros, Liu Zhenmin.

“Não transformem o Mar do Sul da China num berço de guerra”, afirmou, em declarações aos jornalistas, insistindo: “o objetivo da China é transformar o Mar do Sul da China num mar de paz, amizade e cooperação”. (Noticias ao Minuto)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA