Namibe: UNITA quer participação massiva no processo eleitoral

Secretário Provincial da UNITA no Namibe - Altino Kapango (Foto: Osvaldo Serafim)

A necessidade dos cidadãos angolanos se cadastrarem e actualizarem os seus registos eleitorais, visando a participação nas eleições gerais de 2017, foi defendida nesta quinta-feira pelo secretário provincial da UNITA no Namibe, Altino Kapango.

Em declarações à Angop a propósito do registo eleitoral, que inicia em Agosto próximo, o político afirmou que ao cadastrar-se ou proceder a actualização do registo eleitoral, o cidadão habilita-se a participar nas eleições.

“Apelamos aos nossos militantes, em particular, e aos angolanos no geral para actualizarem os seus registos e, quando chegar o momento, votarem de forma consciente no melhor programa político”, disse.

Para si, a UNITA já começou a preparar as próximas eleições gerais.

“O nosso trabalho já começou, pois temos realizado várias acções políticas, incluindo encontros com os militantes e com a população”, acrescentou.

Exortou aos jovens angolanos, no sentido de participarem activamente no processo.

“Esta é uma tarefa específica da juventude, por ser a maior franja da sociedade angolana. Para tal, precisa de bastante coragem e determinação para discernir a real situação do país”, enfatizou.

Afirmou que a UNITA já preparou os brigadistas que vão participar do processo, a nível dos cinco municípios da província do Namibe, concretamente Moçâmedes, Virei, Camucuio, Bibala e Tômbwa.

Por outro lado, o secretário manifestou a sua preocupação com o saneamento básico da cidade de Moçâmedes, tendo recomendado a administração municipal para redobrar o seu empenho.

“Do ponto de vista de saneamento básico, estamos mal, pois constata-se a concentração de resíduos sólidos junto das escolas, esquadras policiais, hospitais, entre outras instituições”, precisou.

Reconheceu, entretanto, que muitas organizações juvenis e religiosas colaboram com a administração municipal na limpeza da cidade.

Congratulou-se com o trabalho do governo local, relativo a melhoria do sistema de abastecimento de água e fornecimento de energia eléctrica.

O trabalho abarca a colocação de uma nova canalização, construção e reabilitação de centros de captação de água, chafarizes e ligações domiciliares, no âmbito do sector das águas. Na área da energia eléctrica, está em curso o projecto de requalificação do casco urbano da cidade, com a substituição de cabos eléctricos. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA