Namibe: Ordenados dois novos padres na diocese do Namibe

Namibe: momento de ordenação dos novos padres (Foto: Anabela do Ceu Fritz)

Dois novos padres foram ordenados hoje (sábado), nesta cidade, pela diocese de São Pedro, em cerimónia religiosa presidida pelo bispo local, dom Dionísio Hisilenapo.

Na referida ordenação sacerdotal, foram ordenados Agostinho Seteka Tchongolola Jamba e Apurado Paciência Chavialala Joaquim, ambos natural do Namibe, tendo frequentado o curso propedêutico em Luanda e Lubango em 2005 a 2012.

Durante a cerimónia sacerdotal, o bispo Dom Dionísio Hisilenapo disse que este é um caminho bastante difícil para qualquer cristão que queira seguir a vida doutrinal, pois que segundo ele são muitos os sacrifícios e que nem todos chegam ao fim.

O bispo realçou ainda que para ser sacerdote é preciso que o cristão se renuncia a vida mundana e passa a seguir o caminho de Jesus Cristo, cumprindo com os mandamento da bíblia.

“ Hoje sois os verdadeiros obreiros de Deus, pois para seguir Cristo é preciso muita fé para que não caiam no mundo da tentação e da maldade”, disse.

Dom Dionísio Hisilenapo exortou aos dois novos padres a redobrarem o seu empenho com a vida sacerdotal, ajudando todos aqueles que ainda precisem, como os órfãos, viúvas e doentes, dando-lhes uma palavra de conforto e carinho e para que estes possam se sentir felizes enquanto vivos na terra.

Para os pais, familiares e amigos aconselhou a continuarem a apoiar os seus educandos que hoje passam a ter uma nova vida com Cristo, orando sempre para que estejam firmes na fé e serem de facto bons pastores.

No final da missa de ordenação os novos padres agradeceram em primeiro lugar à Deus por ter-lhes dado esta graça como homens que doravante vão espalhar o evangelho para aquelas comunidades que ainda precisam de ouvir a sua mensagem.

“ Agradecemos igualmente aos nossos pais e familiares que durante este tempo todo foram orando para que hoje de facto pudéssemos receber esta bênção divina e juntar-nos ao mundo sacerdotal para pregar o evangelho”.

A missão contou com mais de 30 padres provenientes das igrejas do Namibe, Huila, Cunene, santas irmãs de Cristo, autoridades governamentais, tradicionais e santo povo de Deus. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA