Ministro das Relações Exteriores da Guiné Equatorial deixa Luanda

Ministro das Relações Exteriores da Guiné Equatorial - Agapito Mokuy (Foto: Mota Ambrósio)

O ministro da Relações Exteriores da República da Guiné Equatorial, Agapito Mba Mokuy, deixou esta terça-feira Luanda, depois de cumprir uma jornada de trabalho de 24 horas, marcada por um encontro com o vice-presidente da República, Manuel Domingos Vicente.

No Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, o governante que não prestou declarações à Angop recebeu cumprimentos de despedida do embaixador da Guiné Equatorial em Angola, José Esono Micha Akeni, e de outras individualidades.

A visita do diplomata equato-guineense teve como objectivo principal solicitar o apoio de Angola à sua candidatura ao cargo de Presidente da Comissão da União Africana, em substituição da sul-africana Dlamini Zuma.

Para o efeito, o candidato Agapito Mba Mokuy foi recebido, em audiência na Cidade Alta, pelo vice-presidente da República, Manuel Domingos Vicente, na presença do ministro angolano da Relações Exteriores, Georges Rebelo Chikoti.

No final do encontro, o diplomata equato-guineense disse à imprensa que “Angola é um país irmão, a quem pedimos apoio para a nossa eleição para presidente da Comissão da União Africana”.

A República da Guiné Equatorial, recentemente aceite como membro da Comunidade de países de Língua Portuguesa (CPLP), é uma ex-colónia espanhola, independente desde 12 de Outubro de 1968, localizada na África Ocidental. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA