Militares dizem ter tomado o poder na Turquia

Agentes da polícia nas imediações do quartel de Ancara Tumay (Berkin/Reuters)

Pontes sobre o Bósforo cortadas. Tiroteios reportados em Ancara.

Um comunicado das Forças Armadas turcas diz que assumiram o controlo do Governo. O primeiro-ministro da Turquia, Binali Yildirim, confirmou na televisão NTV que grupos do Exército estão a “comportar-se de uma forma irresponsável” e que está em curso uma tentativa de golpe de Estado.

As duas pontes sobre o Bósforo, em Istambul, foram cortadas por veículos militares e há relatos de tiroteios e de helicópteros e jactos militares a sobrevoar a capital, Ancara, a baixa altitude. Tanques e outros veículos militares cercaram o aeroporto internacional de Istambul.

O primeiro-ministro disse ainda à NTV que estes militares estarão a agir sem ordens superiores e sem respeitar a cadeia de comando. “Ainda não é bem um golpe de Estado. É um levantamento. Pagarão o preço mais elevado”, garantiu este próximo do Presidente Recep Tayyip Erdogan.

A agência noticiosa Dogan avançou que a direcção nacional de polícia chamou todos os agentes para que se apresentem ao serviço em Ancara. (PUBLICO)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA