Militantes do MPLA em Luanda reafirmam apoio à candidatura de José Eduardo dos Santos

Acto de massas no Cazenga do MPLA (Foto: Alberto Julião)

O Primeiro Secretário Provincial do MPLA em Luanda, Higino Lopes Carneiro, reafirmou, neste sábado, que os militantes da sua circunscrição apoiam a candidatura de José Eduardo dos Santos para a liderança do Partido e estão a envidar esforços para o êxito do sétimo congresso, previsto para Agosto próximo.

Higino Carneiro falava durante o acto político de massas, no município do Cazenga, em Luanda, promovido sob o lema “os militantes amigos e simpatizantes do MPLA no Cazenga apoiam a candidatura do presidente José Eduardo dos Santos, na liderança do Partido”.

Na ocasião, o político indicou que o momento é de trabalho “para resolver os problemas do povo”, por isso, no congresso serão abordados temas de interesse do Partido, da economia e questões sociais da população.

Observou que no MPLA os assuntos são abordados e tratados internamente. Todos os dias a nível dos comités de acção do Partido são discutidos problemas das comunidades, bairros, municípios e as preocupações dos militantes.

Isto, prosseguiu, “permite que todos sejam informados sobre o que se pretende fazer, os projectos do governo e orientação do Partido a nível da província de Luanda”.

Neste momento, acrescentou, “existem duas tarefas fundamentais para o Partido na província de Luanda, o crescimento de militantes no MPLA e a preparação das eleições gerais de 2017”.

Para que isso aconteça, reafirmou, é necessário fazer-se o registo eleitoral e actualização do cartão de eleitor.

Na oportunidade, apelou aos primeiros secretários das localidades a prestarem atenção a essas tarefas e fazer com que cada militante possa se registar.

Durante o acto foram apresentados 100 mil novos militantes do MPLA, recentemente enquadrados. (ANGOP)

1 COMENTÁRIO

  1. A função da Presidência de um país democrático limita-se ao mando de 4 anos, mais outros 4 se for reeleito. Se o político ignorar estas regras ele é considerado DITADOR. Está na hora do sr. José Eduardo dos Santos ou seja Angola promover eleições presidenciais não tendo como candidato o atual Presidente que deve deixar a cadeira presidencial livre para candidatos democraticamente eleitos pelo povo.

DEIXE UMA RESPOSTA