Milhares de pessoas fogem de incêndios na Califórnia

Um bombeiro tenta apagar fogo em uma estrada em Santa Clarita, Califórnia, no dia 25 de Julho de 2016 (AFP)

Dois gigantescos incêndios avançavam na segunda-feira no estado americano da Califórnia, perto de Los Angeles e San Francisco, destruindo dezenas de casas e forçando milhares de pessoas a fugir das chamas.

Um dos incêndios, baptizado de “Sand Fire” (‘fogo de areia’), que atingiu o norte de Los Angeles, levou cerca de 20.000 pessoas a abandonarem suas casas perto da cidade de Santa Clarita, ameaçando cerca de 2.000 residências e estabelecimentos comerciais.

Na segunda-feira, apenas 10% do fogo tinha sido controlado, e 134 km2 de terrenos e bosques, destruídos, segundo a página de informações sobre incêndios inciWeb. No total, 18 casas foram destruídas.

A polícia está investigando a morte de um homem não identificado, cujo corpo carbonizado foi encontrado em um carro estacionado na entrada da garagem de um casa na zona do incêndio.

“É um incêndio muito sério”, disse o capitão de polícia Roosevelt Johnson em uma colectiva de imprensa.

Mais ao norte do estado, um incêndio em Soberanes tinha queimado 60 km2 perto das turísticas costas rochosas de Big Sur, destruindo 20 casas e ameaçando outras 1.650.

A temporada de incêndios deste ano na Califórnia é particularmente perigosa devido ao calor intenso e aos cinco anos de seca que atingiram o estado, onde milhões de árvores mortas se transformam rapidamente em combustível com a menor faísca.

No início de Junho, um amplo incêndio atingiu a opulenta cidade de Calabasas, no condado de Los Angeles, onde moram várias celebridades.

Nesta segunda-feira, 19 grandes incêndios não controlados foram registados nos Estados Unidos, quatro deles na Califórnia. (AFP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA