Médica sofre enfarto e morre após ser assaltada em Santos

Harolda Pacheco foi sepultada na tarde deste sábado na Memorial Necrópole Ecumênica (Foto: Reprodução/Facebook)

A médica pediatra Harolda Romualdo Pacheco, de 73 anos, morreu, na noite de sexta-feira (29), em Cubatão, ao sofrer um enfarto após ser vítima de assalto na tarde do mesmo dia, no Jardim Piratininga, em Santos. O caso está sob a investigação da Polícia Civil e até a noite de ontem ninguém havia sido preso.

Harolda, que trabalhava em Cubatão, retornava para Santos no final da tarde quando foi rendida em seu carro por criminosos na Avenida Bandeirantes, via marginal da Rodovia Anchieta com alta incidência de roubos do gênero.

Os bandidos se apoderaram da carteira da profissional de saúde e escaparam. Bastante assustada com o delito, Harolda retornou de carro para Cubatão para registrar boletim de ocorrência. Após o registro, ela compareceu ao Hospital Municipal, onde trabalhava, passou mal e faleceu. O sepultamente ocorreu na tarde de hoje, na Memorial Necrópole Ecumênica.

Por meio de nota, a prefeita Marcia Rosa (PT) lamentou o falecimento e disse que a médica sempre foi uma pessoa muito querida pela comunidade. Ela destacou a atenção e carinho como marcas da profissional de saúde no atendimento. (Diario do Litoral)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA