Máfias russas estão em expansão na Alemanha

(DW)

Departamento Federal de Investigações diz que organizações estabelecidas nas prisões alemãs recrutam cada vez mais integrantes. Alguns mafiosos chegam ao país como requerentes de asilo.

O presidente do Departamento Federal de Investigações da Alemanha (BKA), Holger Münch, alertou neste domingo (10/07) para a expansão de máfias russas e organizações criminosas originárias das ex-repúblicas soviéticas no país.

Em entrevista ao jornal Welt am Sonntag, Münch diz que as máfias integradas por criminosos de Rússia, Geórgia e outros países da região do Cáucaso criaram fortes redes criminosas nas prisões alemãs, assim como ocorreu na antiga União Soviética. As principais actividades são roubos organizados em casas e comércios, prostituição, extorsão e fraude.

Segundo Münch, os crimes atribuídos a essas organizações criminosas têm o potencial de movimentar biliões de euros, e elas estão se expandindo para o oeste do continente europeu.

Entre 8% e 10% da população prisional da Alemanha – cerca de cinco mil pessoas – têm origem russa ou de outros países que têm o russo como idioma. Para Münch, esse factor garante às máfias um “grande potencial para o recrutamento” de novos membros.

A polícia também constatou que alguns integrantes das redes mafiosas migram para a Alemanha como requerentes de asilo. O BKA está fazendo um trabalho conjunto com o Departamento Federal para a Migração e os Refugiados (Bamf) para travar a situação.

“É preciso agir para que a estadia destas pessoas que abusam do direito de asilo para cometer crimes seja a mais curta possível e que elas possam ser expulsas com rapidez do país”, afirma Münch. (DW)

KG/efe/dpa/afp

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA