Lunda Sul: Sociedade Mineira apela mulheres para se manterem firmes

MULHERES EXORTADAS A FIRMAREM-SE NA SOCIEDADE (Foto: ANGOP/Arquivo)

A Sociedade Mineira de Catoca emitiu terça-feira, um comunicado de imprensa, por ocasião do Dia da Mulher Africana, a assinalar-se a 31 de Julho do ano em curso, na qual apela às mulheres para terem sempre uma postura responsável e exemplar, com vista a manterem-se firmes na sociedade.

De acordo com o comunicado enviado hoje, quarta-feira, à Angop, o valor da mulher está no seu mérito e dedicação, na sua capacidade de unir pessoas e ideias completamente opostas em torno de um objectivo.

Por este facto, prossegue a nota, cada mulher no seu posto de trabalho deve corresponder à sua missão dando o seu contributo para o desenvolvimento e crescimento da empresa, facto que por si só constitui um valor acrescentado à economia nacional.

Segundo a nota, quanto mais trabalho e dedicação por parte das mulheres, mais facilmente o esforço e o engajamento colectivo se vai reflectir nos resultados globais que as empresas prestam ao Orçamento Geral de Estado (OGE).

“ Experiências demonstram que, para além da maternidade, a mulher exerce um grande papel na transformação e comercialização de produtos alimentares, pois que a mão-de-obra e as actividades agrícolas são executadas predominantemente por mulheres”, realça o documento.

No âmbito da jornada comemorativa do 31 de Julho, a Sociedade Mineira de Catoca, em colaboração com a Direcção Provincial da Família e Promoção da Mulher na Lunda Sul realiza, de 27 a 29 do mês em curso, a primeira conferência sobre “A auto-estima, motivação, integridade social e projecto de vida”.

É também objectivo da conferência incentivar o apoio ao empreendedorismo como carácter promocional do acesso aos bens e serviços, políticas de empoderamento das mulheres, através de cadeias de suprimentos e marketing.

A Sociedade Mineira de Catoca é uma empresa angolana de prospecção, exploração, recuperação e comercialização de diamantes, constituída pela Endiama (Angola), Alrosa (Rússia) LLV (China) e Odebrecht (Brasil).

Catoca é a maior empresa no subsector diamantífero em Angola, sendo responsável pela extracção de mais de 75 por cento dos diamantes angolanos. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA