Ler Agora:
Lunda Sul: Sociedade Mineira apela mulheres para se manterem firmes
Artigo completo 2 minutos de leitura

Lunda Sul: Sociedade Mineira apela mulheres para se manterem firmes

A Sociedade Mineira de Catoca emitiu terça-feira, um comunicado de imprensa, por ocasião do Dia da Mulher Africana, a assinalar-se a 31 de Julho do ano em curso, na qual apela às mulheres para terem sempre uma postura responsável e exemplar, com vista a manterem-se firmes na sociedade.

De acordo com o comunicado enviado hoje, quarta-feira, à Angop, o valor da mulher está no seu mérito e dedicação, na sua capacidade de unir pessoas e ideias completamente opostas em torno de um objectivo.

Por este facto, prossegue a nota, cada mulher no seu posto de trabalho deve corresponder à sua missão dando o seu contributo para o desenvolvimento e crescimento da empresa, facto que por si só constitui um valor acrescentado à economia nacional.

Segundo a nota, quanto mais trabalho e dedicação por parte das mulheres, mais facilmente o esforço e o engajamento colectivo se vai reflectir nos resultados globais que as empresas prestam ao Orçamento Geral de Estado (OGE).

“ Experiências demonstram que, para além da maternidade, a mulher exerce um grande papel na transformação e comercialização de produtos alimentares, pois que a mão-de-obra e as actividades agrícolas são executadas predominantemente por mulheres”, realça o documento.

No âmbito da jornada comemorativa do 31 de Julho, a Sociedade Mineira de Catoca, em colaboração com a Direcção Provincial da Família e Promoção da Mulher na Lunda Sul realiza, de 27 a 29 do mês em curso, a primeira conferência sobre “A auto-estima, motivação, integridade social e projecto de vida”.

É também objectivo da conferência incentivar o apoio ao empreendedorismo como carácter promocional do acesso aos bens e serviços, políticas de empoderamento das mulheres, através de cadeias de suprimentos e marketing.

A Sociedade Mineira de Catoca é uma empresa angolana de prospecção, exploração, recuperação e comercialização de diamantes, constituída pela Endiama (Angola), Alrosa (Rússia) LLV (China) e Odebrecht (Brasil).

Catoca é a maior empresa no subsector diamantífero em Angola, sendo responsável pela extracção de mais de 75 por cento dos diamantes angolanos. (ANGOP)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »