Lunda Sul: Seitas religiosas aconselhadas a juntar-se à plataforma ecuménica

ANTÓNIO IZUMBO - DIRECTOR PROVINCIAL DA CULTURA NA LUNDA SUL (Foto: Quintas Benjamim)

O director provincial da Cultura na Lunda Sul, António Izumbo, aconselhou quarta-feira, em Saurimo, as igrejas ilegais a juntarem-se a qualquer plataforma ecuménica para facilitar a sua legalização, nos termos da lei que consagra o livre exercício da actividade religiosa.

Em declarações à Angop, a propósito do papel das igrejas na moralização da sociedade, António Izumbo disse que as seitas religiosas que não se juntarem a uma plataforma ecuménica serão encerradas.

“O objectivo de juntar as igrejas numa única plataforma ecuménica é de combater a proliferação anárquica de seitas no país, em particular na província, uma vez que as mesmas facilitam a entrada ilegal de estrangeiros, sobretudo da RDCongo. O que se pretende é que essas igrejas adoptem uma conduta social digna, respeitem as leis do país e a identidade cultural de Angola”, salientou.

A Direcção Provincial da Cultura na Lunda Sul controla 56 igrejas legais e 73 seitas religiosas em vias de legalização. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA