Luanda: Administração do distrito da Samba intensifica combate à venda ambulante

Edifício da Administração da Samba (Foto: Angop)

A administração do distrito urbano da Samba, município de Luanda, começou intensificar desde sexta-feira as medidas de combate à venda ambulante, a recolha de viaturas acidentadas, avariadas e sucatas nas principais vias da circunscrição.

A administradora da Samba Mariana Francisco, que anunciou o facto durante uma reunião técnica com os funcionários da administração, adiantou que esta medida estende-se para as recauchutagens abertas junto das vias estruturantes.

De acordo com a responsável, estas acções devem ser prioridade dos serviços de fiscalização para os próximos 15 dias, que deverão primar pelo processo de sensibilização.

Este processo vai abranger também o encerramento de oficinas domiciliares, recolha de animais mortos na via pública, postos de electricidade, de sinalização e placas publicitárias caídas.

O impedimento de instalação de barracas no bairro da Camuxiba, ao longo da costa marítima, é outra situação que merecerá a atenção os serviços de fiscalização e presidentes da comissão de moradores.

Quanto aos comerciantes, Mariana Francisco esclareceu que decorre um processo de cadastramento para melhor controlo, acompanhamento e organização de toda actividades comercial realizada no distrito, onde já foram registados 59 instituições comerciais. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA