Ler Agora:
Linhas de apoio à capitalização chegam hoje às empresas
Artigo completo 2 minutos de leitura

Linhas de apoio à capitalização chegam hoje às empresas

O Governo assina esta quinta-feira um protocolo com um conjunto de instituições financeiras que pôe no terreno apoios de 1,1 mil milhões para apoiar a capitalização das empresas. Veja aqui quais são.

De manhã, o Executivo aprova, em Conselho de Ministros, o Programa Capitalizar, para apoio às empresas e à retoma do investimento. À tarde, assina um protocolo com um conjunto de instituições financeiras que será a concretização, no terreno, de duas linhas de apoio à capitalização, instrumentos financeiros que, segundo o Ministério da Economia, permitirão fazer chegar às empresas um valor perto dos 1.100 milhões de euros ainda neste terceiro trimestre.

Esta quarta-feira marca a chegada ao terreno das primeiras medidas concebidas pela Estrutura de Missão para a Capitalização das Empresas (EMC) que, em Junho último, apresentou ao Executivo um plano com um conjunto de 131 medidas dirigidas, não só à promoção da capitalização das empresas, mas também à redução das restrições com que estas se deparam no acesso ao financiamento, sobretudo as micro, pequenas e médias empresas. A proposta da EMC foi entretanto alvo de um “período de ponderação política” e o resultado final é o Programa Capitalizar, a aprovar este dia 14 em Conselho de Ministros.

As duas medidas agora a chegar ao terreno serão dirigidas à capitalização e financiamento das PM: a Linha de Crédito com Garantia Mútua e a Linha de Financiamento a Operações de Capital Reversível. Uma e outra serão geridas pela Instituição Financeira de Desenvolvimento (IFD).

Os novos instrumentos financeiros vão ser financiados por fundos europeus e partem de uma lógica de co-investimento de recursos públicos, por um lado, e de investimentos privados, por outro. Ou seja, os fundos europeus disponibilizados deverão beneficiar de uma alavancagem por parte da banca, a mesmo lógica subjacente à aplicação da generalidade dos fundos do Portugal 2020.

Em Junho, quando foi apresentado o trabalho levado a cabo pela EMC, o Governo identificou cinco eixos de actuação e, das 131 medidas, identificadas 15, consideradas emblemáticas. (Jornal de Negocios)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »