Linha de crédito à tesouraria das empresas portuguesas em Angola vai ser descontinuada

Parque das Nações, Lisboa (Foto: D.R.)

A linha de crédito criada pelo Governo de Passos Coelho para apoiar a tesouraria das empresas nacionais que trabalham com Angola deverá ser abandonada pelo executivo por praticamente não ter sido utilizada no último ano.

A informação foi transmitida hoje, em Luanda, pelo secretário de Estado da Internacionalização de Portugal, Jorge Costa Oliveira, durante uma visita a empresas portuguesas instaladas em Angola.

Esta linha, inicialmente com 500 milhões de euros e que depois passaram a 100 milhões de euros, foi estabelecida pelo Governo português com os bancos, em abril de 2015, para reforço da tesouraria destas empresas portuguesas, face às dificuldades conjunturais em Angola com a crise do petróleo, mas demorou alguns meses para ficar operacional. (cmjornal)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA