Igreja preocupada com influência dos meios de comunicação na vida da família

Secretário do CEAST, Dom António Jaca, em declaração a imprensa após o prosseguimento da 17ª plenária do SECAM em Luanda. (Foto: Joaquim Bento)

O porta-voz do Simpósio da Plenária dos Bispos das Conferências Episcopais de África e Madagáscar Dom António Jaca afirmou, hoje, quarta feira, que a Igreja está preocupada com a influência dos meios de comunicação na vida da família.

Em declarações à Angop no segundo dia da 17ª Assembleia Plenária, o bispo afirmou que as novas tecnologias cada vez mais vão influenciando na vida da família.

“Hoje vemos famílias durante a refeição na mesa com o televisor ligado, a volta da conversa de novela. Quando deveriam falar sobre problemas familiares” salientou.

O prelado acrescentou que a Igreja de África está preocupado com a situação das redes sócias em função destes meios juntarem pessoas a mais de 1.000 ou 3.000 metros de distância e acabam por se esquecer das pessoas com quem vivem.

“As redes sócias fazem as pessoas ficarem mais fechadas, mas egoístas, e conseguem até se relacionar com pessoas que estão a 1.000 ou 3.000 metros, e não é capaz de estar atento com os familiares de casa. Isto é a fuga de enfrentar quem está perto de nós. E para não ser incomodado liga-se aos amigos virtuais, em função deste não o incomodar. Desta forma estamos a matar a humanidade” lamentou

Por outro lado, realçou que os bispos estão preocupados com a perca da verdadeira característica da tradicional família africana onde era visto o pai, mãe, filhos e o casamento era feito entre o homem e a mulher.

“As novas ideologias vão propondo coisas diferentes, banalizando o conceito tradicional da família.

Fez saber que este encontro vai procurar rebuscar os verdadeiros valores que a família de África sempre demonstrou com vista a não ser influenciada por ideologias que não trazem benefícios.

“Nós durante esta plenária vamos procurar responder estas questões que são de interesse de toda África”, admitiu.

O 17º Simpósio das Conferências Episcopais de África e Madagáscar (SECAM), que decorre de 18 até 25 deste mês, tem como tema “A família em África ontem, hoje e amanha”: à Luz do evangelho”.

O evento encera com uma missa no dia 24 deste mês no Pavilhão Arena do Kilamba as 10H e contará com a participação dos fiéis, neste dia também serão lindas as resoluções e será anunciada o tema e o local da realização da 18ª Assembleia do SECAM. (ANGOP)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA